Lista de Produtos Adicionados

    Limpar Carrinho Finalizar Pedido

    Blog

    Cientistas dizem que secadores de mãos espalham bactérias e devem ser "banidos".

    Cientistas dizem que secadores de mãos espalham bactérias e devem ser \

    Cientistas dizem que secadores de mãos espalham bactérias e devem ser "banidos".

    Cientistas dizem que secadores de mãos espalham bactérias e devem ser "banidas".

    Os dispensadores de papel são indispensáveis como acessórios nos banheiros públicos. Todo bom gestor deseja oferecer o que há de melhor aos seus usuários, não apenas esteticamente, mas principalmente no que tange a qualidade do serviço, custo benefício e baixa manutenção.


    Alguns estudos revelam que o público melhor informado, tem evitado a utilização dos sopradores nos ambientes sanitários. Basta observarmos alguns usuários saindo dos banheiros com as mãos ainda molhadas. Este comportamento é explicado pela massificação da informação de que os sopradores devem ser evitados.


    Pesquisadores da Universidade de Leeds, no Reino Unido, anunciaram que os secadores de banheiros públicos não são nada higiênicos. Isso porque os dispositivos expelem bactérias das pessoas que não lavam as mãos corretamente, espalhando diversos germes no ar.


    Experimento laboratorial apontou que os secadores introduzem 27 vezes mais bactérias no ar do que toalhas de papel, e os micróbios ficam circulando por cerca de 15 minutos.
    “O secador cria um aerossol que contamina o próprio secador, as pias, o piso e outras superfícies do banheiro, dependendo do design do secador e de onde está situado. No entanto, toalhas de papel absorvem a água e os micróbios deixados nas mãos e, se forem descartados adequadamente, apresentam menos potencial para contaminação cruzada." explicou Mark Wilcox, pesquisador de Leeds.

    Em ambientes hospitalares o risco de infecções bacterianas multiplica-se.

       

    Algumas dicas para uma excelente higienização das mãos em locais públicos:

    • Comece a lavagem com movimentos circulares dos dedos de uma mão na palma da outra.
    • Entrelace as duas mãos para higienizar as “costas” delas e, principalmente, a região entre os dedos.
    • Repita o processo de dedos cruzados — agora com as palmas juntas.
    • Para assear as unhas, deixe as mãos em forma de concha e faça movimentos verticais uma na outra, juntando-as em sentido oposto.
    • Com a mão ainda em forma de concha, fechada, desenhe círculos na palma.
    • Use água corrente para tirar o sabão (e as bactérias) de sua pele.
    • Se possível, feche a torneira com um papel ou uma toalha para não se sujar de novo.
    • Por fim, seque bem as mãos com uma toalha limpa ou um pedaço de papel.

    Fontes:
    ww.sciencedirect.com e revistagalileu.globo.com
    Fotografia: google e unsplash

    Leia também